02/03/2015

Com o corte da internet após o fim do limite da franquia, que vem sendo praticado gradativamente pelas operadoras de telefonia móvel do país desde dezembro de 2014, o consumo "consciente" do plano de dados tem se tornado mais do que necessário.

Para ajudar você a ter noção do quanto é gasto no smartphone, o UOL Tecnologia selecionou algumas atividades populares realizadas nos celulares inteligentes --até para que tenha critério na hora de contratar um plano-- e mediu o quanto elas consomem do plano de dados.

Uma "dieta" digital, como alguns brasileiros passaram a adotar, nem sempre é preciso. Mandar mensagens pelo aplicativo WhatsApp, ler e-mails e navegar em redes sociais (preferencialmente, sem acessar vídeos ou postar imagens pesadas) não tendem a estourar o seu plano de dados.

Mas, se você não tem um plano muito potente, o ideal é não abusar e evitar aplicações mais parrudas como ver vídeos no YouTube ou músicas diretamente da internet. Nem pense também em acessar o Netflix. O programa é o que mais consome dados.

O critério foi pensado levando em conta apenas o uso da internet móvel via conexão 3G. Se o usuário se conecta em redes Wi-Fi que não estipulam limite de uso de dados, não é necessário se preocupar com gastos de consumo.

Aplicativos de maior consumo

Segundo estudo realizado pela Ericsson, o Facebook é o aplicativo responsável pela maior parte do tráfego de internet móvel no Brasil. Ao todo, 28% das transmissões e dos envios de dados são feitas pela rede social.

O segundo lugar é ocupado pelo Chrome (16%). Na sequência, aparecem o YouTube (15%), WhatsApp (13%) e o Instagram (6%). O restante do tráfego vem de outros aplicativos, que detêm parcelas menores, totalizando 22%.

Com o aumento da oferta da rede 4G, segundo o levantamento, os vídeos tendem a ganhar maior representatividade no tráfego de dados móveis nos próximos seis anos. A expectativa é que a operação cresça até 17 vezes nesse período.

* Consumo de dados em redes sociais da tabela pode ser usado apenas como referência, pois cada usuário tem um hábito de uso específico. O programa utilizado para medição foi o My Data Manager para Android.

Fonte: UOL Notícias